Filme que ofendeu a crença islâmica terá adaptação Bollywoodiana

11/09/2012

MaoméO curta-metragem Innocence of Muslims: The Real Life Of Mohammed (Inocência de Muçulmanos: A Vida Real De Maomé, tradução livre) que está fazendo o maior sucesso nas embaixadas estadunidenses terá uma versão para a telona ainda em 2012, prometeu um diretor de vários filmes hindus que preferiu permanecer anônimo.

O filme trará críticas à conduta da “religião da paz”, como prega o Islamismo, usando o próprio Corão como referência para as alegações. O Corão é a bíblia sagrada dos muçulmanos e conta a vida e ensinamentos do profeta Maomé, criticado como pedófilo, genocida, misógino e facínora.

Críticas à produção do filme já estão sendo feitas há 14 séculos desde a expansão do império islâmico na Índia e centro-sul da Ásia. Milhões de pessoas já foram mortas devido ao conflito ideológico.

“Esses alienados não leem seu próprio livro sagrado inteiro, deliram que seu profeta era um indivíduo lindo e maravilhoso, que seus ensinamentos foram moralmente benignos e que a humanidade inteira deve se curvar ao seu único deus. Alguém precisa mostrar que eles são burros ou loucos por crer nessa baboseira toda”, comenta diretor do filme em produção.

O diretor anônimo teve sua família assassinada por invasores muçulmanos em sua cidade natal no norte da Índia em 1991. Ele jurou que se vingaria através de um filme. O anúncio foi feito em um fórum da comunidade 4chan [link para o tópico].

Assista com exclusividade ao curta que está causando tanta polêmica no YouTube:


[link]

O Doentes se responsabiliza totalmente por qualquer ato terrorista cometido por sua influência.


Estudo indica que religião pode extinguir 9 países em uma década.

31/03/2011

extinçãoAnalistas estatísticos da Universidade Federal do Acre (UFAC) em conjunto com mais de 23 sociólogos, primatólogos e teólogos chegaram à conclusão que, até 2020, 9 países serão totalmente extintos da face da Terra graças à religião.

A preocupação é que o Brasil ficou em décimo lugar e felizmente haverão sobreviventes. Já países como Estados Unidos, Arábia Saudita e Índia não terão tanta sorte. Acredita-se que guerras civis pelo controle estatal ocorrerão na medida que religiões predominantes perceberem que estão ameaçadas pelo secularismo.

Dos países mais afetados pela extinção, Irã poderá levar junto países adjacentes que inicialmente não estão envolvidos, transformando toda a região em um grande deserto desabitado. A lista completa foi omitida para preservar países não envolvidos.

“Temos que ser o mais imparciais possível, não devemos interferir na evolução natural destas culturas. Mesmo parecendo desumano não socorre-los de um desastre eminente, é preciso entender que nem todas espécies conseguem se adaptar a um ambiente hostil, e terminam por perecer”, adverte o teólogo e reverendo Leite de Morcego da UFAC.

A notícia alarmou muitos habitantes religiosos destas nações que tentam imigrar para países que não serão extintos na esperança continuarem vivos e professando suas fés. Infelizmente, segundo o diretor de análise comportamental do estudo diz que, sendo a causa da extinção, não importa para onde migrem, ela ocorrerá lá.

Voltaremos a noticiar ao vivo diretamente do local.


Ex-funkeiro? Nem Jesus salva.

03/03/2007

Não custa tentar.

Vai que funciona…

(¬ ¬);