Condicionando psicólogos a falar sobre Behaviorismo

O que você precisa:
ração

  • Um blog de algum psicólogo (profissional, estudante ou entusiasta).
  • Um blog pessoal, twitter ou alguma comunidade de Orkut, Facebook ou MySpace.
  • Conexão com IP dinâmico.
  • Criatividade para escrever. (Ou múltiplas personalidades)
  • Modo de preparo:

    (Se o autor já fez um artigo sobre o assunto, pule esta parte.)

    Vá até a área de comentários do blog do psicólogo e pergunte se ele pode recomendar algum material sobre Skinner, Pavlov, Watson, Thorndike ou Wolpe. Não inicie ou dê procedimento a uma discussão, nem mesmo retorne ao blog por enquanto.

    Espere alguns dias até o desejo dele em compartilhar o que aprendeu se torne uma compulsão e ele finalmente escreva sobre.

    (Quando o autor fizer um artigo sobre o assunto)

    Vá até a área de comentários do post e agradeça, diga que esperava ansioso por alguém falar algo sobre isso.

    Desconecte-se da internet, apague seus cookies e cache do navegador.

    Volte ao blog e utilizando outro nome comente criticando a arrogância deles (generalize todos psicólogos) em achar que sabem de algo. Escreva tudo com Caps Lock ligado e diga que Deus vai pessoalmente garantir que eles não entrem no céu.

    Vá até seu blog pessoal (twitter ou comunidade) e faça uma postagem/tópico sobre como é legal aprender como as pessoas se comportam. Aponte o link para a página (ou preferencialmente pro trackback dela), ou ainda no caso do twitter, dê um ReTweet e também encaminhe a seus amigos mais populares.

    Desconecte-se da internet, apague seus cookies e cache do navegador.

    Volte ao blog utilizando outro nome e comente perguntando se “é só isso?”, mesmo que o autor tenha enchido de referências bibliográficas ou outras páginas mais técnicas. Não acentue nem pontue este seu comentário e jamais responda ao autor.

    Espere alguns dias até ele fazer outra postagem.

    boloVolte ao blog e agradeça utilizando o primeiro nome e em seguida com segundo nome (em Caps Lock) elogie dizendo que “DEUS TE ABENçOA”, mas no terceiro comentário (após mudar de IP) sempre pergunte “eh soh isso ou tem +”, ou algo similar.

    Não se esqueça de fazer recomendações em seu blog/twitter apontando apenas para os artigos sobre behaviorismo no blog dele. Visite estas páginas com muita frequência. Se houver banners, clique neles apenas a partir das páginas em questão.

    Se tudo correr bem, após alguns meses ele perceberá o exagerado interesse neste assunto e passará a dedicar regularmente mais artigos em troca de elogios, visitas e referências.

    Links de interesse:

    http://www.morroida.com.br/nome-de-pobre
    http://www.coisinha.com.br/miguxeitor/
    http://www.whatismyip.com/

    4 Responses to Condicionando psicólogos a falar sobre Behaviorismo

    1. Anonymous says:

      Os textos desse blog estão cada vez piores… lamentável

    2. Anonymous says:

      mas que lixo, ate te apaguei dos feed aqui. _|_ chupa

    3. Felipe says:

      Posso usar um forum como reforçador?

    4. Anonymous says:

      Um dia esse blog ja foi bom…

    Deixe um comentário

    Fill in your details below or click an icon to log in:

    WordPress.com Logo

    You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

    Twitter picture

    You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

    Facebook photo

    You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

    Google+ photo

    You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

    Connecting to %s

    %d bloggers like this: