Webwar 2.0b1

Uma vez um conhecido me contou de um amigo cracker que recebia propina de uma indústria de entretenimento para realizar ataques contra sites de distribuição não autorizada (diz-se pirataria). Os mais variados iam de DDoS, flood, mailbomb, até flamming e trolling, denuncias falsas em massa (pra polícia e outros orgãos), ameaças e intimações falsas (judiciais, etc). Contou que tirou do ar 4 blogs de mp3, um site de torrent, e um fórum de legendas.

Isso em 2003. Mas relembrei disso agora que legendas.tv também saiu do ar, e lendo as explicações fico imaginando quantos outros não estariam fazendo o mesmo. O SysAdmin do Datacenter deles deve ter se cagado de medo com a ameaça de processo potencial vinda de todas grandes empresas listadas, nem verificou a veracidade e procedência, e simplesmente fechou o site. Processos judicias são ruins, receber intimação, vestir terno, arranjar um advogado que não seja alienado, e ir lá na audiência conversar com juiz. Todo processo necessário para determinar se há infração ou não. Abrir precedente legal que defina o que é e o que não é pirataria, nem pensar né…

Essa censura mal organizada toda me lembra da ditadura. Claro que os gordinhos sedentários de hoje em dia não lutam mais por seus direitos e liberdade com paus, pedras e coquetéis molotov. Usam a confortável área de comentários para fazer xingamentos anônimos de impacto profundo pra quem cultiva a internets serious business com muita emoção e carinho, pura pressão. E ninguém quer por a mão numa arma (se conseguir adquirir uma) e enfrentar fascistas e ditadores. Por isso voltamos ao cracker acima, sua “mesada”, e a facilidade de rodar scripts para comandar ataques com computadores-zumbi (botnet) e causar destruição virtual (ciberterrorismo).

Seria muito interessante se ensinassem direito e filosofia no ensino médio, mas religião com certeza também é um bom motivador comportamental…

2 Responses to Webwar 2.0b1

  1. Tempo para restaurar o backup do site: 15 segundosTempo para resetar a senha do site de volta: 20 segundosTempo para apertar Speed Dial do Capitão Nascimento do cibercrime e pedir o favor de verificar o ataque: 40 segundosTempo para elaborar uma pichação consciente que induza as autoridades a repensarem a modernização das leis sobre mídias e tecnologias: 4 dias 3 horas 50 minutosComo diria um tal de Martini: Esses moleques de 11-15 anos sabem procurar “exploit+mssql” no Google, e não tem medo de rodar todos os programas que acham, porque papai e mamãe compram um computador novo se quebrar…

  2. power guido says:

    se não pode vence-los…

Deixe um comentário

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: