Guia Sick Boy Para Ser Uma Prostituta no Ano 2008


Vamos ser absolutamente sinceros aqui. “Indústria do Sexo” é só uma expressão que tenta dar dignidade e modernidade para a profissão mais antiga e suja do mundo (e eu não estou falando de motorista de Kombi). Não importa o quanto tentem, não importa o quanto glamurizem, não importa o quanto a internet e a TV popularizem a pornografia. Existem mulheres que curtem espalhar vídeos íntimos com os namorados pela internet, e aquelas que fodem com tudo e todos do bairro. Mas não adianta o quanto elas tentem; fazer isso é como jogar videogame – não importa se o seu Vice City é realista, você não é ladrão de carros.

Prostituição real é um corredor infinito de miséria. Em troca de 3.000 reais você aparece na casa de um Playboizinho em Ipanema, com uma caixa de lenços úmidos em baixo do braço, se preparando psicologicamente pros próximos 3 dias em que ele vai te comer por todos os buracos, e te ameaçando de morte se você deitar no lado esquerdo da cama. E o único motivo pra você precisar de dinheiro tão rápido é pra comprar cocaína urgentemente. É como se você fosse taxista. Virar noites e noites trabalhando, se degradando fisicamente, e tudo isso pra depois gastar todo o dinheiro em drogas só pra se sentir normal novamente.
Depois de anos de putaria, a única coisa que te sobra é um cu frouxo, coriza no nariz e alguns miligramas de silicone endurecido no seu peito. Se ainda assim você almeja essa profissão, por favor siga esses conselhos de A a Z deste que é o cafetão de 14 anos com mais experiência no mercado de carnes:

-A-
ANAL
Alguns anos atrás era comum ouvir de uma puta “ah não, eu não faço anal”. Hoje esse comportamento é inaceitável, e você vai ter sorte se acabar um programa sem que o cara enfie o pau até à campanhia da sua garganta, faça você chorar e FINALMENTE te coma por trás com dois consolos sendo simultaneamente enfiados na sua xota. Não me pergunte como nós chegamos a esse ponto. Deve ter sido a internet. Hoje os homens são inundados por imagens obscenas que eram raras há um tempo atrás. A verdade é que hoje os clientes curtem humilhar a mulher (o que, aliás, é a base da prostituição), então se você tem aquela idéia épica cercada de neblina cor-de-rosa da puta vestida de espartilho, usando salto alto e fumando em cigarro depois da foda, pode esquecer. E os preços baixaram muito. Existem aqueles boatos do rico empresário que levou a garota de jatinho particular até a ilha dele por um fim de semana e pagou 10.000, mas também existem aquelas que dão a bunda por uma refeição. Você deve ficar entre as duas, então você deve fazer uns R$ 400.


Você vai ter sorte se acabar um programa sem que o cara enfie o pau até à campanhia da sua garganta

-B-
BRONHA
As casas de massagem dizem às meninas que elas não são obrigadas a fazer nada, e se você for toda cheia de frescura, pode até usar uma luva pra bater uma bronha no cara. O que eles não te dizem, é que você volta pra casa sem nada. O dinheiro que você faz se trata do que você negocia com o cliente após a massagem. Primeiro o cara entra e paga uns 50 contos à casa, e você faz a massagem (a sessão pode durar de meia a uma hora). Depois dessa apresentação inicial, você vira uma free-lancer e pode fazer o que quiser pelo valor que você negociar. E esses valores dependem de quanto você e o cara estão desesperados.
Normalmente as coisas funcionam na base do 3-2-1, ou seja, 300 por uma foda, 200 por um bola gato e 100 pela punheta. Esses são os preços médios, mas se a sua colega ao lado dá a bunda por 50 reais, aí você se fode de verdade.

-C-
CLEPTOMANIA
Depois de ser humilhada e estapeada por uma hora (ou mais), você deve se sentir um pouco revoltada, e com vontade de se vingar do cara. É por isso que todas as putas furtam. Normalmente são coisas fúteis, tipo um pé de meia, ou uma cartela de aspirina no armário do banheiro, mas existem aquelas vacas que ficam observando o cara usar o cartão de crédito, memorizam a senha, e enquanto o sujeito tá ocupado vomitando ou mijando no banheiro, elas roubam o cartão. Aí pronto, lá se vai pela noite uma puta recém-milionária.

-D-
DESODORANTE
Strippers e prostitutas (e por um motivo desconhecido, viados e travecos também) sabem o truque do desodorante na hora da depilação. Você aplica uma marca qualquer que tenha álcool, e uma coisa química faz uma reação física e uma outra biológica e os seus poros abrem, evitando um pentelho encravado. É como se fosse uma loção pós-barba, só que o desodorante podrão é umas 10 vezes mais barato e umas 20 vezes mais eficaz. Tome nota disso, se você quer ser uma puta fique sabendo que não tem nada pior que uma virilha toda cheia de brotoeja.

-E-
ETNIAS E ASCENDÊNCIAS
Você é asiática? Índia? Árabe? Mexicana? Pelo menos lembra alguma dessas? Que bom, por que as agências vão adorar você. A cada quatro meses aparece um fetiche novo com alguma etnia diferente. Se ser chilena for a nova moda do mercado, foda-se, você vai ter que virar chilena. Se você for descendente de alguma coisa, ótimo, você vai fazer mais dinheiro que as outras. Mesmo que você tenha um pé, sei lá, no Piauí, você poderá fazer propaganda dizendo que é nativa de Botswana com descendência sul-africana-holandesa.

-F-
FESTAS DE DESPIDA DE SOLTEIRO
Essas festas são o feijão com arroz da profissão, mas são também muito assustadoras segundo aquelas que trabalham na indústria. Uma vez que os homens se reúnem em grupo, eles tendem a impressionar uns aos outros. Você começa a noite com aquela gota de porra que escorreu da sua testa pro seu olho, e isso é horrível, mas o pior está por vir. Porque na sua sexta viagem até o banheiro, com o sexto cara diferente, ele provavelmente vai comer a sua bunda com o pau lubrificado com cuspe, enquanto ao mesmo tempo joga shampoo na sua boca. Não se preocupe, isso tudo vale a pena. São só umas duas horas e você volta pra casa com mais de um barão de lucro.

-G-
GLÂNDULAS MAMÁRIAS
Sinistro, eu descobri que em cirurgias para aplicar silicone (pelo menos naquelas onde a prótese é aplicada pelo mamilo), os médicos removem a seu bico do peito e colocam num pote de gelo por umas horas. Horror show, né? E ainda assim milhares de brasileiras colocam plástico no lugar onde deveria existir leite. Há uns anos atrás pegar uma prostituta com silicone era tipo achar um brinquedo legal dentro de um Kinder Ovo, era uma surpresa legal. Mas comer todo dia pato ao molho madeira guarnecido com creme de avelã acompanhado de um Bordeux 92 acaba enjoando. Por isso que hoje mulher com silicone é a coisa mais escrota do mundo. Se você tem, pode ir tirando. Você tem que trocar a cada cinco anos mesmo.

-H-
HORA DA BÓIA
Se você é uma puta em 2008, você tem duas categorias de alimento na sua geladeira: comida de mentirinha e comida da hora do desespero. A primeira consiste dessas coisas tipo sucrilhos e barras de cereais e Corpus da Danone: coisas que você come só pra fazer a barriga parar de roncar sem adicionar calorias no seu corpo e celulites na sua bunda. A segunda categoria engloba coisas que fazem você ficar enorme, e que você come para secretamente tentar virar uma obesa mórbida e sabotar a sua carreira no ramo da putaria. De vez em quando você encontra um pote de maionese ou um pote de margarina na geladeira. Aí você olha pra ele e ele olha pra você. Depois de segundos ele tá vazio, e você fica com a consciência pesada. Isso significa duas semanas só tomando Red Bull pra perder as calorias.
Foda-se, a única coisa que você precisa saber sobre o hábito alimentar dessa espécie é que todas as mulheres da vida curtem um champanhe. Pode perceber, todas curtem.

-I-
INTERNET
De todos os campos de trabalho, a internet é o mais tolerável de todos no mundo da putaria. Isso não é tipo cirurgia cerebral, onde você tem que fazer 70 mil cursos, 8 anos de residência médica e lêr todos os livros do mundo. Você sabe usar um computador? Que bom, você tá dentro. Existem esses sites amadores onde até aquela gordinha escrota nerd que sentava na frente da sala na escola consegue fazer uns 3.000 por mês. Muitos desses sites têm mais de 5.000 mulheres trabalhando 24 horas por dia sem sair do quarto e cobrando 5,00 reais o minuto. Isso dá algumas dezenas de milhões por dia, e nos leva à questão ambígua da pornografia: é uma coisa humilhante. Milhões de punheteiros torrando dinheiro na frente do computador. E você se vendendo. Nojento. Mas aí você se lembra do dinheiro, então que se foda.
Pra começar, você só precisa de um computador, uma conexão rápida e uma webcam. E um travesseiro da Hello Kity como opcional.
Aí você clica no “become a chat host” num desses sites gringos, eles te mandam o software e quando der na telha você se conecta e vai chover punheteiros querendo torrar dinheiro. O lado bom da internet é que a maioria desses sites amadores possuem regras restritas de censura, então se o cara pedir pra você chupar o pau do seu pastor alemão ou beber xixi, você pode dizer não sem ser despedida. Mas não ache que a vida vai ser fácil. Você vai aturar os fetiches mais escrotos e vai se sentir humilhada, mas é muito mais fácil do que a vida real. Você pode até ser feia e gorda. A internet é o lugar onde as vadias velhas vão para morrer.

-J-
JOVENZINHA
Quando mais jovem você for, melhor. Você é mais idiota, mais fácil de manipular, e você tem uma xota menos avariada e mais apertada, o que significa que querem mais você que as outras. Além do mais nós vivemos numa sociedade pedófila, se você parecer que tem 16 anos, ótimo.

-K-
K.O.
Tá bom, disque sexo é o fim da picada. Existem até mães solteiras que fazem isso pra ganhar dinheiro. Elas acham que isso é leve e que não vai ser repulsivo, mas isso é besteira. Uma das minhas meninas disse que fica com ânsia de vômito até quatro horas depois de cada ligação. Além do mais, isso só rende uns 150 reais por mês. Se você faz sexo por telefone é por que você atingiu o fundo mais nojento, preguiçoso e pouco remunerativo desse poço. Sua derrotada.

-L-
LENÇOS ÚMIDOS
Toda meretriz deve carregar uma mega-bolsa tão completa quanto o bat-cinto do Batman. Dentro você deve ter: camisinhas, talco de bebê (ajuda a colocar as camisinhas), telefones de cooperativas de taxi (pra te levar a qualquer canto da cidade), band-aid, Listerine (se você pagar um boquete sem camisinha), e a coisa mais importante em todo o mundo: uma embalagem de lenços úmidos, desses pra limpar bunda de criança. Se você não carrega um pacote desses é por que você não é uma puta no ano 2008. Onze entre dez putas são unânimes em dizer que nada tira porra da cara como lenços úmidos. E elas são especialistas em receber porra na cara, então elas entendem da coisa.

-M-
MASOQUISMO
Fala sério, isso não é pornografia. Existem até empresas legalizadas, e que passam longe do ramo da prostituição, especializadas em serviços de dominatrix. Você fica vestida o tempo todo, não faz sexo e ainda bate e dá ordens nos caras. Dá até pra gostar, e me desculpe, isso não é prostituição. Se você está gostando é porque tá fazendo alguma coisa errada. Essas agências até fazem entrevistas e perguntam por que a menina seria uma boa dominatrix. Há-há, já viu algum cafetão pedir curriculum vitae? Nem eu.

-N-
NÃO CONTE NADA PRA NINGUÉM
Você sabe que embarcou de cabeça nesse ramo quando é obrigada a mentir pros outros sobre a sua profissão. Não existem direitos trabalhistas nem carteira assinada, portando CALA A PORRA DA BOCA, e não conte nada pra ninguém. Imagina ter que dizer pra sua mãe, aí elas e as suas tias gordas vão ficar falando um monte merda pros outros parentes no Natal. E vai por mim: não fale pra outros caras que você é uma profissional. Eu me sentiria um fodão só de pensar que estou pegando uma profissional de graça. E alguns podem ter uns fetiches estranhos, sendo que tudo o que você queria era fazer amor grudadinha e devagar, beijando e fudendo. Ah, e ele pode ficar paranóico achando que um amigo pagou você pra trepar com ele no dia do aniversário.
E ele nunca vai casar com você. Que merda, você não vai ter uma vida normal, se mate agora.

-O-
ÓDIO
Quando você começar a odiar sua amigas de trabalho é por que você está no ponto. Nesse ramo todas odeiam todas. Lá está a puta, pronta pra fazer dinheiro, e se você é mais gostosa (ou mais barata) que ela, você é uma rival. Uma prostituta me disse que um dia estava num strip-club e uma gorda escrota veio pra cima dela dizendo “se você fizer mais alguma dança eu te cubro de porrada”. Isso acontece toda hora, e tente você se colocar no lugar da pobre coitada. “Uhm, será que eu devo ir pra casa, ou fico aqui me arriscando a ser decapitada e tento fazer um pouco mais de dinheiro?”.

-P-

Cocaína é o combustível que move essa indústria. Todos os clientes, assim como as meretrizes, são usuários de um certo grau que pode variar do casual até o nariz-sangrando-tremedeira-psicose. Pro seu lado, eu devo dizer que os cheiradores de sal são bons e maus clientes. As prostitutas curtem o dinheiro, pois eles sempre pedem pra elas ficarem a noite toda. Esse é o lado bom. O que elas não gostam é o pau mole e gosmento, a paranóia, e a forma como as duas cabeças interagem uma com a outra.
O modus operandi é olhar o maluco direto nos olhos, e ser bem direta. Viciados em cocaína de último grau são paranóicos, sempre acham que tem alguém querendo matar eles. Se você fizer o menor esboço de ameaça, ela vai ficar doido. Depois de passar por essa fase ele vai relaxar um pouco mais, e você pode começar a parte nojenta de enfiar o pau mole dele dentro de você. Normalmente o cara vai encanar com a camisinha, mas se você é uma puta no ano 2008, você tem que aprender aquele macete
de colocar a camisinha com a boca.
Eu sou cafetão, não prostituta, então não me pergunte como se faz isso.

-Q-
QUER SE APOSENTAR?
O que? Você quer parar? Cafetões ou agências de acompanhantes são capazes de qualquer coisa pra fazer você voltar a trabalhar. E essas coisas vão desde dar presentes até te seqüestrar com um saco na cabeça e te forçar a trabalhar num regime de escravidão. Mulheres não são nem um pouco boas em dizer não, especialmente as que foram comidas pelos pais. E se você adicionar o dinheiro fácil na equação, a coisa toda de se aposentar demora muito, muito mais do que você imagina (adicione minha risada maquiavélica aqui).

-R-
RETORNOS
As putas adoram as desistências. Se o cara desiste de te comer você recebe 80 reais, paga uns 10 de taxi e volta pra casa com 70 pilas. 70! E você nem precisou tirar a calcinha.

-S-
SURUBAS
Há-há, te enganei. Prostitutas não participam de bacanais, por que o sentido dos bacanais são pessoas comuns fudendo com outras pessoas comuns, estão pra que uma profissional contratada? O único lugar onde uma puta vê sexo em grupo é em vídeo pornô. Mas elas não entendem muito disso, nenhuma assiste vídeos pornôs. Isso é como você assistir a um filme sobre você sentado na mesa.

-T-
TERCERIZANDO A MÃO DE OBRA
Você já viu como as piranhas de rua são impacientes? Isso é por que elas tem sempre um cafetão no calcanhar, enchendo os cornos delas de porrada e exigindo a comissão dele pra ontem. Agora, num estabelecimento como o meu, você poderá atestar a
qualidade das meninas. Elas ganham fixo por hora, e não importa se o seu pau demora dois dias pra subir. As putas de rua tem uma pressa do caralho, isso por que se você demorar pra hastear a sua bandeira ela morre.

-U-
UM DIA ELE PASSOU A MÃO EMBAIXO DA MINHA SAIA…
Sociólogos, assistentes sociais e feministas criaram esse cruel estereótipo de que todas as mulheres da indústria do sexo foram violentadas pelos pais. Eles não entendem nada disso, eu entendo, eu sou um cafetão. E tirando as minhas meninas, e
tirando todas as outras, nenhuma nunca fez sexo com o próprio pai. Uhm, espera. Essa é a verdade. Todas as mulheres nesse mundo (strippers, putas de rua, acompanhantes), todas sem exceção foram comidas pelos pais. É sério, se você quiser ir amanhã até à Vila Mimosa, pesquisando puta por puta, vai ver que todas elas foram. Elas se acostumaram desde a infância a terem algum homem em cima delas que agora nem ligam mais.
P.S.: se o seu pai nunca te comeu, desista de ser puta AGORA. Caso contrário você vai me odiar pra sempre.

-V-
VERBALIZANDO A SACANAGEM
75% da arte da vacagem é no papo mole. O cara não quer te comer, ele só tá sozinho e quer alguém pra conversar, e, quem sabe ocasionalmente, fazer sexo com você para amenizar a depressão. Portanto você tem que conversar, e conversar muito. É fácil, só concorde e fale “hum hum” a cada 5 coisas que ele dizer. Depois de 6 meses na carreira de puta, suas habilidades pra adivinhar as respostas do Show do Milhão e fazer cruzadinhas vão melhorar aos montes, isso por que você teve que ficar 75% do tempo ouvindo os caras falarem merdas e fatos irrelevantes que eles acham que os fazem parecer interessantes. É como se você tivesse pego uma carona de carro à noite, e tem que ficar puxando papo pra poder manter o motorista acordado, caso contrário ele cai no sono e vocês dois morrem.

-W-
WORKING TIME
A primeira coisa que você tem que fazer quando chegar na casa do cara é ficar pelada. Já recebi muitas reclamações de caras dizendo que não vão pagar pela primeira hora por que “a vaca ficou uma hora inteira de roupa fumando cigarro de bali, bebendo cidra rosa e nem sequer olhou pro meu pau”. Se você for ficar enrolando o cara pro tempo passar, pelo menos faça bem feito. Tipo, na internet você pode cozinhar o cara a vontade. O cartão dele tá sendo cobrado pela hora, e se ele não gostar vai fazer o que? Te mandar um soco na cara por fax?

-X-
XXX
Em 1968 a MPAA criou a classificação X, que designa filmes do tipo “se você é criança, fique longe, nem quero saber se você vai assistir com o seu pai”. Esse X foi usado para classificar filmes como Perdidos na Noite (primeiro filme X) e lranja Mecânica. Mais tarde a classificação começou a ser usada em filmes pornôs. Os cineastas pornôs não são otários e logo inventaram o XXX, que é tipo “esse filme é tão sujo e pesado que os seus olhos vão queimar e belzebu virá buscar sua alma com as trombetas do inferno”. Apesar que nos anos 70 os filmes pornôs nem eram obscenos, tudo o que dava pra ver eram duas virilhas peludas se esfregando. Enfim, no ano 2008 as coisas são diferentes e você tem o negão com o pau que parece um poste, comendo a bunda de umas ninfetas loirinhas enquanto elas vomitam umas nas outras com pregadores presos nos mamilos. Aí o X não era suficiente e os censores americanos criaram o NC-17, deixando o X para os filmes de verdade. Bem que eles podiam iventar o NNNCCC-111777.

-Y-
YES, NÓS TEMOS ORGASMOS
Assim como as Olimpíadas, o gozo das prostitutas acontece uma vez a cada 4 anos. Segundo pessoas que entendem do negócio, se o pau acertar o ponto G no lugar e pressão corretos, impulsos nervosos são mandados para o cérebro e você fica feliz.
Desculpe, mas o lance é mais em torno de ciência e de loteria do que de amor.

-Z-
ZZZZZZZZZ
Dormir acordada é uma tática também conhecida no meio como ‘dissociação’, e é bem útil em muitos casos. Tenta imaginar a cena: depois de três horas chupando o pau flácido de um cheirador de coca você começa a dissociar. Já passou três horas e ele nem conseguiu ter uma ereção ainda, quem dirá gozar. Então você vai passar noite inteira com o pau dele na boca, dissociando e tentando lembrar o nome da sua professora da sétima série que dava aula de ciências.

Esse negócio de dissociação é tão sério que você pode acabar caindo no sono, e se isso acontecer, você está fudida em todos os sentidos da palavra. Você pode ser estuprada na bunda sem camisinha ou ser espancada. Isso deve ser horrível, e deve ser o melhor que a prostituição tem a oferecer. Entendeu?

Por Sick Boy que jura não ter a mãe na zona.

5 Responses to Guia Sick Boy Para Ser Uma Prostituta no Ano 2008

  1. Anibal says:

    Boa Poiquinho!

  2. Rezende says:

    Os textos estão tão pesados que o adsence parou de anunciar…

  3. Anonymous says:

    Não seria 2008 ?

  4. Anonymous says:

    adoreivc é formi dável

  5. Candidata a Presidente 2010 says:

    òtimas dicas, usarei em minha campanha.

Deixe um comentário

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: