Poesias Doentias 2

Cum Shot!

“Batendo na sua cara
enquanto lhe planto a vara

Você tenta me empurrar
pois estou a te estrangular

No cu lhe enfio o dedo
vc esta tremendo
estou com tesão
estou te comendo

Quando o tesão domina vc
me corta com as unhas
e eu grito de prazer
minha pele rasgada
meu sangue a escorrer
no exato momento
q estou a te foder

num momento de distração
me enfia uma faca no coração

com muito mais força
a traquéia lhe arranco
estou quase gozando
com seus ossos quebrando

Minha hemorragia
se espalhou no corpo todo
tem sangue descendo
e enchendo o escroto

No meu ultimo gemido
tiro o pau pra fora
gozo porra com sangue
por todo sua cara!”


por Sodomizer

2 Responses to Poesias Doentias 2

  1. Lulu says:

    Fiquei molhadinha

  2. Anonymous says:

    que babaca
    poesia mongol
    orkut nem existe mais
    uma bosta esse site

Deixe um comentário

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: