Referendo – um balanço

64% x 36% – O NÃO venceu! PÁ-RA PA-RA-PA PA-PÁ PA-RA-PA PA-PÁ PA-RA-PA PA-PÁ PA-PÁ!!

Esse resultado tem pontos positivos e pontos negativos. O ponto negativo é que o número de armas em circulação vai aumentar, a dinâmica social vai agir até chegar ao ponto de inflexão, quando o retrocesso é quase impossível.

A retroalimentação e o feedback vai armar ainda mais os bandidos, que terão acesso mais fácil ao poder de fogo, os civis irão comprar mais armas para se defender, perpetuando o processo até que haja tantas armas em circulação que a única solução possível será adquirir uma.

Pronto. Chegamos ao ponto de inflexão. O próximo passo será a mobilização da Frente Parlamentar pelo Direito de Legítima Defesa pela flexibilização da leitura do artigo 6º da Lei do Desarmamento, de modo que qualquer cidadão que esteja em dia com seus impostos possa alegar risco de vida e comprar uma arma. Depois disso é só brigar pelo porte livre e estaremos no mundo ideal da indústria armamentista.

Isso não é advinhação. Foi o que aconteceu nos estados norte-americanos onde o lobby das armas tem mais influência. Vemos isso todos os dias nos jornais e nos filmes. Pelo menos, viveremos num ambiente familiar.

O lado bom é que 64% dos votos válidos no país foram a favor do NÃO. Isso significa que quando ocorrer acidentes domésticos ou no trânsito envolvendo armas, a chance de ser com algém que acha que a sensação de segurança de possuir uma arma vale mais do que a vida de algumas crianças da sociedade é bem maior. Acho que essas pessoas podem superar o trauma mais fácil. Não deixa de ser um consolo. Quanto aos outros 36%… azar. É a democracia.

Outro fenômeno interessante foi como Lula conseguiu literalmente destruir a empatia popular pela opinião de celebridades. A maioria não é muito genial, diga-se de passagem, mas quando trabalham sem remuneração e se envolvem ativamente em alguma coisa, merecem algum crédito. Na questão do referendo, estavam certas. O próprio deputado Alberto Fraga admite que a crise do governo foi a maior resposánvel pela sua vitória.

Agora é hora de virarmos a página e continuar a escrever. Vamos esperar enquanto, fatalmente, a tinta e sangue desse capítulo vai sujando o resto do livro.


postado por Andro Yoda

Deixe um comentário

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: